domingo, 1 de janeiro de 2012

Minas dos Carris

Seres estranhamente belos, habitam estas paragens, e homenagem lhes faço, porque me brindam com a sua beleza.
o Rui chama-lhes os Vikings

Volfrâmio nas pedras.
Vale do alto Homem
Manhã fria e brumosa de 31 de Dezembro de 2011. 8h o grupo de 8 botifarras aguardava-me. 8h15, abrimos as hostilidades. Caminhar com pessoas apaixonadas e conhecedoras como o Rui Barbosa e o Paulo Figueiredo enriquece-me. Um dia frio, e mais frio à medida que subíamos e chegávamos às alturas desprotegidas, onde os ventos são livres e irrestritos. Um compartimento estreito de 4 paredes e um tecto, serviu para acomodarmos um pouco o corpo frio. As mãos já se ressentiam. Sempre envoltos em bruma, não deixá-mos de fazer o tour das minas, que o Rui ajudou a decifrar e enquadrar. Alguns vestígios de lobo, algumas cabras selvagens avistadas, algum gelo, pouco ou nenhum sol. Um ambiente que se propicía a outros olhares fotográficos, de outro modo impossíveis. Subida e descida sem grande história, mas com o convívio das conversas habituais que contabilizam na amizade.



Lagoa dos Carris




Enviar um comentário